quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Apelo ao Mundo: Amem Muito!

Há muita falta de amor...
Muita falta de amor pelo próximo.
Muita falta de amor próprio.
Os problemas que existem, na sociedade em que vivemos, são devidos à falta de amor.
Quando sentimos amor pelo próximo não existe lugar a ódio porque o seu tom de pele é diferente, porque a sua cultura é diferente, porque a sua religião é diferente...
Quando sentimos amor pelo próximo não existe lugar a racismo, perconceito, descriminação...
Quando sentimos amor pelo próximo...
Há muita falta de amor...
Muita falta de amor pelo próximo.
Muita falta de amor próprio.
Quando sentimos amor próprio não existe lugar a ódio pelo próximo porque estamos bem connosco, porque não invejamos o próximo porque não concorremos com o próximo mas connosco...
Quando sentimos amor próprio não existe lugar a racismo, perconceito, descriminação...
Quando sentimos amor próprio...
Quando sentimos amor...
Quando sentimos amor valorizamos quem somos, valorizamos a raça humana, valorizamos a natureza que nos acolhe, valorizamos o mundo em que vivemos.
Quando sentimos amor as guerras não fazem sentido, as invejas não fazem sentido, as diferenças não fazem sentido...
Quando sentimos amor...
Quando sentirmos amor...
quando aprendermos a sentir amor o mundo poderá ter uma salvação.
Amem-se... Amem o próximo...
Amem muito, por favor. Precisamos de amor.
A vida não é uma competição é uma partilha.
Amem muito e salvem o mundo. Respeitem a Vida!

Adelaide Miranda, 16/11/2016

Foto retirada do site: www.barbdahlgren.com

Sem comentários:

Publicar um comentário