terça-feira, 5 de junho de 2018

Indecisão

Estava indecisa. Sempre teve dificuldades em tomar decisões relativamente ao seu futuro.
Era difícil escolher um caminho, sabendo que esse caminho pode mudar o curso de uma vida.
Imaginava-se em frente a um entroncamento, sem qualquer sinalização, sem saber qual o caminho a seguir. Sentia-se ansiosa, mas tinha de decidir.
Sentou-se à mesa e pegou num papel e caneta. Separou a folha com um risco ao meio. De um lado colocou os prós, e do outro os contras. Pensou racionalmente e olhou para a enorme lista de prós e o contra solitário. Contudo, o coração pesava ao olhar para aquele contra que sozinho parecia ter mais peso do que tudo o resto.
Racionalmente, sabia o que era melhor para si. Emocionalmente... 
A oferta de trabalho era irrecusável, tinha trabalhado arduamente durante vários anos e, finalmente, via o seu esforço reconhecido. Sempre quis ser a diretora do departamento, mas nunca imaginou que o fosse fazer na sede da empresa na Itália. Contudo, se aceitasse... Se aceitasse deixaria para trás o David... Seria impossível para ele largar tudo e ir com ela, e relações à distância não resultam...
Deborah, não sabia o que fazer. Ela e o David nunca tinham estado tão bem, a relação deles era maravilhosa...
Abanou a cabeça como que afastando qualquer mau pensamento. O que tinha que ser tinha muita força. Mesmo sendo tarde ligou para o David, tinha que falar com ele. Tinha que dizer-lhe o que tinha decidido...
- Olá amor, desculpa se te acordei...
- Nada disso. Estava a pensar em ti e nessa proposta de trabalho e não conseguia dormir...
- David, eu... Eu já tomei a minha decisão. - Falou com um nó na garganta.
- Deborah, sabes bem o que eu penso sobre essa oportunidade...
- David, escuta-me. Eu... Deixa-me falar, por favor...

David, calou-se. Deixou a noiva falar e aparentou estar calmo quando na realidade sentia o coração acelerado e um enorme aperto no estômago...

Adelaide Miranda, 05/06/2018

Sem comentários:

Publicar um comentário