quarta-feira, 18 de abril de 2018

Memórias do Passado

Estive indecisa por muito tempo.
Faltou-me coragem para sentar e decidir o que fazer.
Sempre soube que não seria fácil, afinal decidir sobre o nosso futuro não é uma decisão leve.
Sentei-me à mesa, apoiei os cotovelos e levei as mãos à cabeça.
Fechei os olhos e respirei fundo.
Vieram-me as imagens de tudo o que tinhamos vivido. Por mais incrível que pareça só me lembrei das coisas boas.
Foi tão bom o que vivemos.
Apercebi-me que estas memórias tinham mais de cinco anos. Não me lembrei das coisas más, mas também não me lembrei de memórias boas mais recentes.
Simplesmente não existiam. Os bons momentos eram parte do nosso passado, assim sendo qual o motivo de insistir com este presente?
Abri os olhos e levantei-me.
Voltei para a cama e observei-te a dormir, pávido e sereno.
Continuavas belo, misterioso... Contudo, diferente.
Olhei para ti presa às memórias do passado. Respirei fundo.
Abracei-te e dormi, pela última vez, abraçada ao passado.


Sem comentários:

Publicar um comentário