quinta-feira, 24 de maio de 2018

Os piores momentos são oportunidades de aprendizagem. Sejam felizes, Sempre!

Ontem, em dia de apresentação do livro do André Sousa, "Quem ama não esquece", o André disse algo que me relembrou da natureza humana: o foco que temos nas coisas menos boas em detrimento das coisas boas.
Somos abençoados com tanta coisa, mas temos a tendência de manter o foco no que de menos bom temos, talvez porque doa e a dor marca.
A dor deixa cicatrizes fincadas no nosso coração e, por vezes, na nossa pele. Cicatrizes que temos tendência de ver como uma lembrança da dor... O erro é esse. As cicatrizes devem ser lembranças de aprendizagem, de superação!
Desculpem dizer-vos, mas na minha opinião somos abençoados com coisas menos boas. As coisas menos boas são as que nos permitem crescer e aprender. Temos de parar, sentir, e chorar, se for preciso, mas analisar. Analisar para perceber qual a lição que devemos tirar da situação. Devemos abençoar as coisas menos boas porque nos permitem crescimento.
Indo mais longe, na minha opinião, as coisas mais boas são formas que Deus tem de falar connosco. É a forma que ele tem de nos fazer analisar e por vezes mudar de caminho. Isto porque só a dor nos alerta, e se não houver dor não há aprendizagem ou paragem....
E concordo, existem coisas menos boas que nos doem e dilaceram a alma. Eu sei... Eu sei o que isso é... A dor de perder uma irmã, jovem, marca-me profundamente e carrego essa cicatriz na alma e na pele. Contudo, dessa dor surgiu um sobrinho que se tornou num filho. Perdi uma irmã e ganhei um filho. Ganhei maturidade. Na altura, forcei-me a terminar o curso porque sabia que as responsabilidades iriam, um dia, recair sobre mim. Uma lição pesada mas valiosa, que não me permite desistir, que dá-me força para continuar nos momentos mais complicados.
 O preço a pagar por essa lição foi alto demais para não aprender com ela.
Apreciem os bons momentos, mas apreciem com mais atenção os momentos menos bons. São que nos fazem crescer e enaltecer a alma.
Por isso, todos os dias agradeço por todos os momentos que vivi na minha vida porque todos eles permitiram que eu crescesse e amadurecesse.
Grata, meu Deus, por tudo o que me deste, o que me darás hoje e trarás amanhã. E só te peço que eu tenha a capacidade de aprender com todos eles e crescer como TU tens planeado para mim.
Os momentos menos bons, não são os piores, são os melhores porque eles nos fazem crescer e chegar mais perto do objetivo final: sermos verdadeiramente felizes, plenos e agradecidos.
Sejam felizes, sempre!

Adelaide Miranda, 24/05/2018




Sem comentários:

Publicar um comentário